Aproveite Nossa Promoção de Black Friday do E-Book!

Clique Aqui!


	

Polução noturna: mulheres podem gozar enquanto dormem?

Escrito por Redacao blog da Gina
em Agosto 21, 2021

Insira seu e-mail para receber

Baixe gratuitamente: 10 Dicas Para Mulheres Arrasarem na Cama

Polução noturna: mulheres podem gozar enquanto dormem?
Compartilhe Este Artigo!

Você já teve um sonho, digamos assim … molhado? Muitas mulheres já experimentaram a sensação de ter orgasmos enquanto dormem. O nome disso é polução noturna.

Uma pesquisa realizada pela Kinsey Institute, da Universidade de Indiana nos Estados Unidos, afirma que 37% das mulheres até 45 anos já tiveram orgasmos noturnos, inclusive as casadas.

Mas é normal? Faz bem? Dá para controlar? O assunto é polêmico, a gente sabe. Por isso, continue acompanhando esse artigo. Temos muito o que conversar!

O que é polução noturna?

Imagem de uma jovem com dúvida sobre o que polução noturna.

A polução noturna é, nada mais, nada menos, do que a lubrificação feminina que acontece durante a noite e de modo involuntário.

Esse “fenômeno” acontece geralmente acompanhado de sonhos eróticos que, por sua vez, acabam culminando em orgasmos. 

A polução noturna é mais frequente em jovens entre 12 e 20 anos, mas também pode acontecer com adultos em qualquer fase da vida. 

Por que temos orgasmos noturnos?

Imagem do porquê mulheres têm orgasmos noturnos.

Um dos principais motivos para os orgasmos noturnos é a necessidade do corpo liberar fluidos vaginais

Mais comuns nos homens do que nas mulheres, especialmente na adolescência, a polução noturna está intimamente relacionada com a abstinência sexual e com desejos reprimidos.

Ou seja, quanto mais tempo sem fazer sexo, maior a probabilidade de ter orgasmos noturnos. 

O cansaço excessivo é outro motivo por trás dos orgasmos noturnos. Além disso, também podemo citar alguns problemas mais sérios, como depressão ou baixo desejo sexual.

Importância do cérebro na polução noturna

Imagem da importância do cérebro na polução noturna.

O cérebro não para! Mesmo enquanto dormimos, ele continua trabalhando a todo vapor, sendo capaz, inclusive, de estimular os órgãos sexuais

Mas, como isso acontece?

A cada 90 minutos, em média, homens e mulheres entram no estágio do sono REM (Rapid Eye Movement) ou Movimento Rápido dos Olhos.

Essa é a fase de sono mais profundo, onde os sonhos acontecem e o inconsciente aflora. 

Isso significa que enquanto você está lá tendo os mais variados sonhos, inclusive os eróticos, o cérebro envia uma mensagem para o corpo aumentar o fluxo sanguíneo nos órgãos genitais. 

Com isso, vem a ereção masculina e a excitação feminina a partir do clitóris

A combinação desses fatores (sonhos eróticos, abstinência sexual e /ou desejo reprimido) com o maior fluxo sanguíneo nos órgãos sexuais desencadeia, por fim, os orgasmos noturnos

Orgasmo noturno significa falta de sexo?

Imagem de um casal com problemas sexuais.

Na grande maioria das vezes, a polução noturna é uma resposta do corpo a falta de sexo.

Isso porque a tensão acumulada e os desejos reprimidos acabam sendo liberados de forma inconsciente durante o momento dos sonhos. 

Uma solução para isso seria a masturbação ou uma vida sexual mais ativa.

Por outro lado, também é comum que pessoas que façam sexo com frequência ou consumam muito material pornográfico, por exemplo, desencadeiem orgasmos noturnos.

O cérebro está constantemente exposto ao assunto e, de certa forma, também sente necessidade de liberar esse excesso de excitação.

Nesse caso, os sonhos eróticos são mais frequentes, bem como a polução noturna.

A polução noturna pode trazer algum problema?

Imagem de uma mulher agoniada devido à polução noturna.

A polução noturna não traz nenhum prejuízo à saúde e também não representa nenhuma disfunção sexual. O grande responsável por esse acontecimento é o cérebro.

Mas, apesar de não provocar nenhum mal, a polução noturna pode evidenciar alguns problemas

O primeiro deles é a repressão sexual e a falta de sexo. A pessoa que passa por orgasmos noturnos deve refletir sobre sua vida sexual e analisá-la sem tabus ou preconceitos. 

Para isso, procure um psicólogo ou terapeuta caso ache necessária a ajuda de um profissional.

Além disso, caso os episódios de polução noturna sejam repetitivos e frequentes, consulte um médico especialista (ginecologista ou urologista) para eliminar a possibilidade de algum distúrbio físico.

Mitos sobre orgasmos noturnos

Imagem dos mitos sobre a polução noturna.

Há diversos mitos que cercam o fenômeno da polução noturna.

Por isso, nada melhor do que esclarecê-los para não restar nenhuma dúvida:

Coisa de adolescente

Polução noturna não é só coisa de adolescente, apesar de ser mais frequente nessa faixa etária. Muitos adultos vivem a experiência dos orgasmos noturnos.

Pare de se masturbar

Pelo contrário, masturbe-se! A masturbação ajuda a controlar os casos de polução noturna ao invés de provocá-la, já que, dessa maneira, o corpo libera voluntariamente a tensão sexual.

É doença

Polução noturna não é doença! É algo natural ao organismo, principalmente na adolescência e nos adultos sem vida sexual.

Dormir de barriga para baixo produz orgasmos noturnos

Não existe comprovação científica que comprove essa ideia. O que se sabe, no entanto, é que essa posição, de certa forma, estimula os órgãos sexuais quando entram em contato com a roupa de cama, travesseiros ou colchão.

Reduz a imunidade

Não há nenhuma comprovação científica que afirme que a polução noturna reduza a imunidade ou favoreça infecções.

Como lidar com a polução noturna?

Veja a seguir as melhores dicas para lidar com os orgasmos noturnos:

  • Realize atividades anti estresse, principalmente antes de dormir. Pratique meditação, yoga, faça uma alimentação leve e leia um livro, por exemplo;
  • Masturbe-se com maior frequência para ajudar seu corpo a liberar a tensão;
  • Caso tenha uma vida sexual ativa, procure sempre manter uma conversa sincera e carinhosa com o parceiro. Isso é importante para se livrar de tabus e se sentir sexualmente satisfeito;
  • Alguns chás com efeito calmante podem ajudar a dormir e relaxar, evitando os episódios de polução noturna;
  • Por mais estranho que possa parecer, mastigue alho antes de dormir. A alicina, substância presente no alimento, ajuda a reduzir o fluxo de sangue na região íntima;
  • Deixe uma toalha e uma peça de roupa íntima ao lado da cama para você poder se trocar e evitar se expor ao parceiro. Essa também é uma dica válida para quando você vai dormir na casa de outra pessoa.

Imagem representativa sobre o orgasmo clitoriano.

Conclusão

Neste texto, você observou que sim, mulheres podem gozar enquanto dormem!

LEIA TAMBÉM:  Qual a diferença entre gozar e orgasmo?

Por isso, você só precisa entender que a polução noturna é algo natural ao organismo humano.

Você não está sob a influência de nenhum espírito maligno ou cometendo pecados. Relaxa!

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

10 Dicas Para Mulheres Arrasarem na Cama

Baixe Agora Nosso E-Book Gratuitamente!

Milhares de leitoras aqui do Blog já baixaram e estão aproveitando todas as dicas...

100% Seguro e Livre de Spam!