Aproveite Nossa Promoção de Black Friday do E-Book!

Clique Aqui!


	

Vaginismo: O Que é e Como Identificar

Escrito por Redacao blog da Gina
em Agosto 10, 2021

Insira seu e-mail para receber

Baixe gratuitamente: 10 Dicas Para Mulheres Arrasarem na Cama

Vaginismo: O Que é e Como Identificar
Compartilhe Este Artigo!

Falar sobre a saúde da mulher é sempre importante principalmente porque esse blog fala sobre assuntos que impulsionam a sua vida sexual.

Hoje, vou falar sobre Vaginismo com você.

Sei que você tem interesse em aprender posições sexuais diferentes, quer saber como chegar ao orgasmo com mais facilidade e prazer com o objetivo de melhorar ainda mais seu relacionamento.

Por isso, sei também que muitas das minhas seguidoras passam por algumas dificuldades com seu parceiro e o nível do relacionamento não é o único motivo.

Deixa eu fazer umas perguntas para você!

Já sentiu dores durante a penetração do pênis na vagina?

Continua sentindo dores toda vez que seu homem tenta penetrar em você?

Pense por um instante se essas dores provocam contrações involuntárias na parede da entrada da vagina impedindo que o pênis faça a penetração.

Esses já são motivos suficientes para você procurar um médico e procurar saber mais informações sobre o Vaginismo.

O Vaginismo tem sido a causa de muitas separações e motivo de problemas de ansiedade e depressão nas mulheres por atrapalhar a relação sexual.

Vamos saber mais detalhes a partir de agora.

O que é Vaginismo?

Vaginismo

Vaginismo é uma disfunção sexual que ocorre quando os músculos da vagina se contraem antes da penetração.

Isso pode acontecer até mesmo quando o homem passa a língua, faz sexo oral na mulher ou mesmo oferece algum carinho na hora do sexo na região da vagina.

Felizmente, o vaginismo normalmente não interfere o impacta o desejo sexual da mulher nem a excitação em quase todos os casos.

Porém, a mulher pode estar sofrendo com o vaginismo e não sabe da gravidade que isso pode se tornar.

Quais os problemas na vagina que podem ser causados pelo vaginismo?

A lista de problemas causados pelo vaginismo pode ser grande e em todos os casos recomendo que você procure um médico especialistas imediatamente.

Evite a automedicação, fale com um especialista!

Muitas meninas que converso relatam alguns problemas na hora do sexo e o caso delas pode estar relacionado ao vaginismo.

Eu já li e escutei de muitas mulheres problemas como:

  • Vagina ardendo
  • Vagina seca
  • Vagina apertada
  • Vagina ressecada
  • Vagina doendo
  • Vagina contraída

Em todos os casos os problemas não afetam só a condição física das mulheres, o que por si só é muito importante procurar um tratamento para a dispareunia.

Além disso, todo caso de dispareunia acarretam impactos na relação do casal podendo levar a prejuízos irreparáveis.

A dispareunia é chamada assim por médicos por ser um conjunto de problemas que causam dor na relação sexual.

Ou seja, qualquer doença ou problema que causa dor na hora do sexo pode ser considerada como dispareunia.

Pense, se sua vagina se contrai antes da penetração dificultando a ação do pênis, converse com seu parceiro sobre isso e procure ajuda o quanto antes.

LEIA TAMBÉM:  Infecções sexualmente transmissíveis: quais são as principais e como evitar

Normalmente, esses espasmos musculares não são controlados pelas mulheres.

Sintomas do vaginismo

Vaginismo

Os sintomas do vaginismo podem surgir antes mesmo de alcançar a maioridade, porém é comum que as mulheres sintam dores somente depois da primeira vez que a mulher ter relação sexual.

Outras mulheres acabam sentindo os primeiros sintomas do vaginismo depois de já ter experiência com a relação sexual.

Algumas até depois de muitos anos e muitas relações sexuais com seus parceiros.

Os principais sintomas de vaginismo são:

  • Dor na penetração
  • Ansiedade
  • Contração involuntária da vagina
  • Ardência durante a relação sexual
  • Baixa autoestima

Espero que nosso assunto de hoje possa despertar em você que sofre com o problema do vaginismo a procurar um médico.

Sei que você deseja ter relações sexuais ainda melhores com seu homem, sei que deseja experimentar novas posições sexuais e compartilhar de momentos de prazer intenso com seu parceiro.

Portanto, faça isso com saúde plena. Procure ajuda!

Tratamento para vaginismo: Procure um médico!

Vaginismo

Primeiramente, para resolver esse problema que pode estar afetando a vida conjugal do casal é procurar um médico.

O tratamento para vaginismo normalmente envolve terapias para o casal.

Por esse motivo, entende-se que situações traumáticas na vida da mulher podem ter relação com o surgimento do vaginismo.

Existem mulheres que desenvolvem o vaginismo por causa do medo de transar.

Outras mulheres sofrem com o vaginismo diretamente causado por problemas de ansiedade no sexo ou problemas de depressão.

Algumas terapias podem te ajudar se forem receitadas por um médico.

É o caso da terapia com dilatadores vaginais que ajudam a abrir com cuidado a parede vaginal para facilitar a penetração do pênis.

Com o tempo e treinamento a mulher consegue administrar melhor sua abertura vaginal eliminando dores na penetração.

Alguns casos, se faz necessário o uso de terapia cognitivo-comportamental (TCC) que ajuda a pessoa compreender a mente e treinar seu corpo e o psicológico trazendo enormes benefícios para relação sexual.

Percebeu como é importante procurar por um médico?

Pode ser que você receba do seu médico o pedido para realizar sessões de fisioterapia normalmente relacionadas a parte do quadril da mulher.

Uma das mais conhecidas é a fisioterapia do assoalho pélvico: um fisioterapeuta lhe ensinará como relaxar os músculos do assoalho pélvico para trazer mais relaxamento no corpo principalmente na hora do sexo.

Terapias sexuais específicas também são maneiras de ajudar a melhorar e muito sua vida sexual e também sua saúde mental e do corpo como um todo.

Perguntas que devo fazer ao médico sobre vaginismo para meu médico

  • O vaginismo pode piorar com o tempo se eu não tratar?
  • Como saber o que está causando isso comigo?
  • Qual o melhor tratamento para vaginismo no meu caso?
  • Como devo falar sobre isso com meu parceiro?
  • Como manter a relação sexual mesmo durante o tratamento para vaginismo?

Além dessas perguntas, acrescente outras que forem surgindo durante a consulta médica e também anote as dúvidas que foram surgindo durante a semana anterior ao dia marcado com o médico.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta


*


*


Seja o primeiro a comentar!

10 Dicas Para Mulheres Arrasarem na Cama

Baixe Agora Nosso E-Book Gratuitamente!

Milhares de leitoras aqui do Blog já baixaram e estão aproveitando todas as dicas...

100% Seguro e Livre de Spam!