Saiba Tudo Sobre o Orgasmo Feminino e Goze Muito!

Escrito por Redacao blog da Gina
em fevereiro 4, 2021

Insira seu e-mail para receber

Baixe gratuitamente: 10 Dicas Para Mulheres Arrasarem na Cama

Saiba Tudo Sobre o Orgasmo Feminino e Goze Muito!
Compartilhe Este Artigo!

Precisamos falar sobre orgasmo feminino e sua importância dentro de uma vida sexual ativa e de um relacionamento saudável.

Por isso, nesse post, sua amiga Gina irá falar um pouco mais sobre esse assunto, que para algumas mulheres ainda é tabu e, para outras, é totalmente desconhecido.

Sim, acreditem se quiser, mas ainda existem mulheres que não sabem como chegar ao orgasmo feminino e muito menos conhecem as sensações do orgasmo feminino e o que ele provoca no corpo.

Portanto, pegue algo para beber e comer e venha ler esse post que eu garanto que será de grande importância para o seu conhecimento e para as novas experiências sexuais que você terá, onde você aprenderá tudo sobre o orgasmo feminino e muito mais.

Orgasmo feminino – Conhecendo Seu Corpo Sem Tabu

Todo mundo sabe a importância do orgasmo feminio, tanto para a felicidade, como para ter um sexo muito mais prazeroso.

Mesmo com o passar dos anos e a mudança de conceitos da sociedade, associados à liberdade sexual de cada indivíduo, ainda é considerado, por muito, um TABU, assim como a masturbação feminina e, por óbvio, podemos dizer que uma coisa está ligada a outra direta e indiretamente.

O Orgamos da Mulher e Sua Relação com a Masturbação

Quando se fala em orgamo feminino é quase impossível não se falar sobre masturbação feminina. Isso porque, para chegar ao clímax, é necessário que, além de todos os outros aspectos, que você, mulher, conheça perfeitamente o seu copo.

Cada mulher é única em sua essência. Portanto, o que serve para mim pode não servir para você. Claro, minhas amigas, que temos muitas coisas parecidas, mas todas nós possuímos, nossas características particulares e é, aqui, que a masturbação se torna fundamental para você entender como é o orgasmo feminino, os sinais do orgasmo feminino, suas sensações e o que você precisa fazer para ter um orgasmo ou melhorar o que você tem.

Orgasmos Femininos Comece Se Tocando – Autoconhecimento

E isso não é a apenas a Gina que está falando, e sim os especialistas no assunto:

“A busca pelo autoconhecimento através da masturbação é o maior passo que uma mulher pode dar para conseguir alcançar o orgasmo. Conhecendo seu corpo, ela consegue perceber quais os tipos de toques e movimentos que lhe dão prazer e, a partir daí, pode conversar com seu parceiro para que ele também saiba o que pode fazer para que ela atinja o clímax”, acrescenta a especialista.”- Margareth Signorelli ( coach de relacionamento e sexualidade)

Portanto, aqui vai a primeira dica da sua amiga Gina: Faça do seu corpo o seu melhor amigo. Trate ele com respeito e o conheça profundamente. Só assim você entenderá o que ele gosta e o que ele quer para chegar na grande explosão do orgasmo feminino.

Mulher no Orgasmo: Homem no apoio

Com a masturbação, você consegue além de conhecer o seu corpo, se conectar com o seu próprio prazer. Imagine isso somado ao seu parceiro?

Isso porquê, você saberá exatamente onde o seu corpo é mais sensível ao toque, onde você tem sensações gostosas de arrepio e prazer e assim, saberá como chegar ao orgasmo feminino, além de entender quando ele vem de forma mais intensa, leve por um toque vaginal, anal e etc. 

E isso tudo você aprenderá através da masturbação e depois mostrará ao seu parceiro onde e o que ele deve fazer na cama, para você sentir mais prazer e ter os melhores orgasmos femininos.

Uma dica de ouro da sua amiga Gina é propor algumas brincadeiras na cama, onde ele deverá te tocar e te fazer gozar com os dedos, explorando todas as suas regiões. Ele poderá inclusive usar as duas mãos, onde com uma ele te masturbará e estimulará o clitóris e com a outra fará a penetração vaginal, apenas com os dedos. 

Você sentirá de onde vem o frisson e a região que está com maior intensidade de excitação e mais propícia ao orgasmo.

Não deixe de aproveitar esse momento com o seu parceiro. E faça tudo sem pressa! Curta bastante!

O Que É Orgasmo Feminino?

Para você entender o que é o orgasmo feminino e como é o orgasmo feminino, primeiramente você tem que saber o que é um orgasmo.

Quando falamos em Orgasmo estamos nos referindo ao final do sexo, o clímax, a explosão de sensações, a conclusão de um ciclo de respostas aos estímulos sexuais que acontecem no corpo.

Esses estímulos, que são elétricos, podem ocorrer tanto durante o sexo, quanto durante a masturbação. Ou seja, após a excitação, uma corrente de eletricidade circula pelo seu corpo e atinge uma alta potência, exatamente quando o orgasmo estiver ocorrendo. Por isso, muitas mulheres sentem espasmos, como se estivesse tomando um choque, porque é exatamente isso que ocorre.

Quando falamos em orgasmo feminino precisamos, primeiramente, desvinculá-lo do que conhecemos e entendemos de orgasmo masculino. isso porque, diferente do masculino, o orgasmo feminino dificilmente vem seguido de uma ejaculação.

Falo dificilmente porque a ejaculação feminina existe, mas não é necessário que ela aconteça para se ter um orgasmo feminino.

Portanto, para saber como é um orgasmo feminino e saber se você teve um orgasmo, você precisa estar muito conectada com o seu corpo e com os sinais que ele passa.

Como Funciona o Orgasmo Feminino?

Esqueça aquele papo de que orgasmo feminino é “oh yeah oh yeah” e que você verá fogos de artifícios ou sensação de que desceu uma montanha russa. 

A forma mais fácil de se identificar que você chegou ao orgasmo é através do relaxamento que você sente no corpo, que veio após um ápice de excitação.

Mas antes disso, você também consegue identificar os sinais do orgasmo feminino através das contrações musculares na vagina e do aumento da sua lubrificação, além de um leve inchaço e vermelhidão do clitóris.

Sentiu o coração acelerar, os músculos ficarem rígidos, a respiração ficar ofegante, prepare-se, os sinais do orgasmo feminino já tomaram todo o seu corpo e agora é só abraçar esse momento e ser feliz!

Ponto! Agora você já sabe como funciona o orgamos feminino na teoria, basta só confirmar tudo isso na prática e verificar como acontece um orgasmo feminino real.

Como chegar ao Orgasmo Feminino?

Bem, não existe resposta exata e que pode ser cravada quanto a isso.

Como já te explicamos, cada mulher tem diferentes formas de sentir prazer e o conhecimento, intimidade e parceria são palavras-chave para experimentar as novas sensações do orgasmo feminino e aumentar o seu prazer.

Orgasmo feminino

A forma mais fácil de se chegar ao orgasmo é a prática: entender o que pode estar inibindo o orgasmo da mulher, conhecer o próprio corpo, buscar relações em que haja parceria para que se fale do que gosta e do que não gosta e para experimentar as diversas sensações.

Ou seja, para chegar ao orgasmo feminino é preciso levar em conta as questões psicológicas e dedicar-se ao estímulo de diversas formas, para a excitação máxima e o prazer completo.

Tipos de Orgasmo Feminino

Todo mundo sabe que o orgasmo é o ápice do prazer durante a relação sexual e, como já falamos lá no início, o orgasmo feminino é bem diferente do masculino.

O orgasmo feminino pode acontecer mais de uma vez durante a relação (ou nenhuma, e ainda ser um bom sexo), além de não ser tão óbvio. Por isso conseguimos classificá-los por tipos.

O orgasmo feminino pode variar de intensidade e duração, dependendo do estímulo e do local estimulado, o que irá mudar também qual o tipo de orgasmo feminino que você terá.

Vamos então falar um pouco sobre alguns desses tipos de orgasmos femininos para que você consiga identificar qual é o melhor orgasmo feminino na sua opinião:

O Orgamos Clitoriano

Muitas mulheres ainda acreditam que só se pode chegar ao orgasmo feminino através da estimulação do clitóris, ou seja, o chamado orgasmo clitoriano.

De fato, o orgasmo clitoriano é a forma mais rápida de se ter um orgasmo feminino. 

Isso porque, o clitóris, é uma área extremamente sensível, composta por diversas terminações nervosas, o que facilita a compreensão e as sensações do orgasmo.

Por isso é que muitas mulheres acreditam que o orgamos clitoriano é o melhor orgasmo feminino.

O Orgasmo Vaginal

Depois do Orgasmo Clitoriano, o Orgasmo Vaginal é o orgasmo feminino mais comum. Entretanto, sua área é bem diferente da área de estímulos do clitóris e, por isso, para se alcançar esse tipo de orgamos, a mulher precisa de mais tempo e mais precisão do parceiro.

Não basta simplesmente ocorrer a penetração vaginal, a mulher precisa conhecer bem o seu corpo e saber exatamente as posições que facilitam o seu prazer com a penetração.

Uma dica da Gina, para ter mais facilidade de se ter esse tipo de orgasmo feminino, temos algumas técnicas para esse orgasmo feminino e uma delas é que você esteja em uma posição de domínio, onde você terá total controle sobre o ato e seu corpo. Estar em uma posição como cavalgada, borboleta paraguaia ou concha te fará se sentir mais segura e capaz de controlar a profundidade da penetração, assim como o ritmo do sexo. Além de que, você perceberá que o seu parceiro estará excitado com sua dominação, te excitando ainda mais e você ainda se sentirá super poderosa. Você sentirá um orgasmo feminino delicioso.

Eu te garanto que os sinais do orgasmo feminino serão mais fáceis de se compreender e a sua sensação do orgasmo feminino será outra.

O Orgasmo Misto

Como o próprio nome já diz, ele ocorre de duas formas, ou melhor, ele ocorre da junção de dois tipos de orgasmos femininos: O clitoriano e o vaginal.

Inclusive, a grande maioria das mulheres não conseguem ter o orgasmo apenas com a penetração, que é o próximo tipo que abordaremos. Com isso, enquanto estão sendo penetradas pelos seus parceiros, elas estimulam ou pedem para eles estimularem o clitóris. Somente assim conseguem sentir o orgasmo feminino.

Durante a penetração, o clitóris poderá ser estimulado pelo homem, pela mulher ou até mesmo com um sex toy. Há vários vibradores penianos ótimos para este tipo de prazer.

Experimente e veja como são ótimos!

O Orgasmo Cervical

Você deve estar se perguntando como acontece o orgasmo feminino cervical, já que não parece ser muito comum de se ouvir por aí, nas rodinhas das amigas.

O orgamos feminino cervical é bem raro e muito pouco conhecido. Ele acontece no colo do útero e, assim como o orgasmo através do Ponto G, demanda persistência.

Esse tipo de orgasmo feminino não pode ser alcançado através da masturbação, devido a sua localização específica. 

Para se ter um sexo com orgasmo feminino cervical você precisará de penetração ou então do uso de um vibrador.

Para vocês terem uma ideia, somente 10% das mulheres conseguem chegar ao orgamos feminino cervical.

O Orgasmo Múltiplo

Assim como o clitoriano, o Orgasmo Múltiplo é considerado, por muitas mulheres, o melhor orgasmo feminino.

E ao contrário do que muita gente pensa, o orgasmo múltiplo não é mais um bicho de 7 cabeças como antigamente. Atualmente já existem pesquisas que demonstram que mais de 40% das mulheres já experimentaram esse tipo de orgasmo feminino.

Ele tem uma intensidade enorme e durante o orgamos múltiplos, a mulher sente como se estivesse tomando vários choques repetidamente e vem seguido de um enorme relaxamento. 

O Orgasmo Anal

Se em pleno 2022 ainda tem gente que não fala sobre masturbação feminina ou chega ao ponto de se querer ter se masturbado na vida, imagina o quão tabu é falar sobre o Orgasmo Feminino Anal?

Muitas mulheres nunca chegaram a esse tipo de orgasmo por simplesmente, nunca terem feito sexo anal. Seja por tabu, por medo ou, até mesmo, por motivos religiosos.

Mas você, amiga da Gina, eu tenho certeza que já se livrou de todos os tabus e se ainda não teve esse orgasmo feminino, está na buca.

O ânus é composto por terminações nervosas bem sensíveis, o que facilita, e muito, o orgasmo através da sua estimulação.

Quando falamos em estimulação, vale tudo: o pênis, a boca, o dedo, um vibrador ou outro sexy toy.

Mas lembre-se que essa região precisa estar bem lubrificada para que se tenha prazer de forma correta e completa, não se esqueçam disso.

Fato é que, por falta de conhecimento do próprio corpo, medos e por tabus, muitas mulheres não atingem o orgasmo durante a maior parte de sua vida sexual. 

Isso se deve a certos fatores, sendo alguns dos mais relevantes listados a seguir.

Mulher em Orgasmo Máximo: Ponto G, existe mesmo?

orgasmo feminino

Sim! Ele existe e pode te proporcionar um orgasmo feminino real.

Esse tipo de orgasmo feminino pode ser confundido com a sensação do orgasmo feminino vaginal. Isso porque, o Ponto G da mulher fica localizado em uma região interna da vagina e, por isso, pode ser estimulado tanto com a masturbação, quanto durante a penetração masculina.

Para que o Ponto G seja estimulado de forma correta, para se chegar ao orgasmo através dele, é necessário precisão, por isso não é tão simples de se conseguir.

LEIA TAMBÉM:  Como encontrar o clitóris? Saiba agora e tenha orgasmos!

O ideal é que você primeiro encontre o seu Ponto G com os dedos e isso poderá ser feito de forma sozinha ou com seu parceiro. Depois de vocês se divertirem muito nessa caça ao tesouro, poderão recomeçá-la através da penetração.

Uma dica de ouro da sua amiga Gina é sempre buscar o Ponto G com posições sexuais, que o pênis fique inclinado dentro da vagina, tocando as paredes vaginais e fique o mais profundo possível.

Seja persistente e feliz com o seu Ponto G.

Técnicas para o Orgasmo Feminino – Estimulação

Já falamos sobre a estimulação do Ponto G, do ânus e do clitóris.

Agora eu vou fazer você explorar áreas do seu corpo que talvez nunca tenha pensado que seria possível se chegar ao orgamos feminino através delas

Ponto U

A região da uretra é muito sensível. Por isso, estimular essa região gera prazer intenso à mulher.

Ela fica entre o clitóris e a entrada da vagina, e deve ser estimulada com cuidado pois, justamente por ser sensível, pode machucar também.

Seios

Você sabia que algumas mulheres podem ter orgasmos até mesmo pelo estímulo aos seios?

Os seios são super sensíveis e podem gerar muita excitação à mulher, podendo até mesmo levar ao clímax. Seja através de serem estimulados com as mãos, línguas, beijos ou até no roçar de corpos, os seios e principalmente, mamilos são ótimos lugares para sensações deliciosas.

Assim como as demais áreas do corpo, deve-se medir a intensidade do estímulo para que a sensação seja de prazer e não de dor. 

Problemas que dificultam o orgasmo:

Quando falamos sobre como funciona o orgasmo feminino, temos que falar tudo sobre o orgasmo feminino e isso implica em falar sobre fatores que podem gerar problemas para você ter um orgasmo e consequentemente entender como é um orgasmo feminino.

Portanto, sua amiga Gina irá listar alguns pontos que devem ser observados com bastante atenção, para que você entenda como acontece o orgasmo feminino e o que você pode estar fazendo de errado, para não alcançar um orgasmo feminino real.

1. Falta de autoconhecimento

Como falamos lá no início, masturbação ainda é tabu. 

Você sabia que menos de 50% das mulheres se masturbam todos os dias? Bem diferente dos homens….

“Segundo pesquisa feita pelo site Sexlog, 41% das mulheres estimulam o seu clitóris diariamente, apenas 39% se masturbam entre duas e três vezes por semana”

Tocar-se é fundamental para atingir o orgasmo.

Isso porque o corpo humano é composto por zonas erógenas (sensíveis) que podem e devem ser exploradas para se sentir a sensação do orgamo feminino e ter conhecimento de todos os sentidos do orgasmo feminino 

Isso é muito importante, principalmente porque, infelizmente, a sua amiga Gina aqui, não tem como dizer o que é bom para você.

Cada mulher é uma mulher e cada uma de nós ficará mais excitada em uma área corporal do que a outra, assim como irá se estimular de diferentes formas, como de maneira visual, por exemplo.

Estimule seu corpo, seus pontos sensíveis e deixe a sensação do orgasmo feminino tomar conta dele. Masturbe-se!

Ao se tocar, a mulher desenvolverá autoconhecimento, sabendo os pontos mais excitantes e os pontos que não lhe agradam para ter mais prazer durante o sexo e um orgasmo feminino real e de qualidade.

2. Falta de estímulo adequado

Durante o sexo, muitas vezes só se pensa no orgasmo vaginal, ou seja: na penetração e, como eu já lhe contei, existem vários tipos de orgasmo feminino. Portanto, não foque somente em um.

O orgasmo feminino requer muito mais estímulo, envolvendo o clitóris, seios, em algumas mulheres o ânus, além de todos os aspectos, toques e envolvimento do sexo.

Ou seja, não se apressem nas preliminares. O ideal para que um orgasmo feminino aconteça, seja bom, intenso e até múltiplo é se a mulher estiver bem excitada, lubrificada e isso só ocorre através das preliminares, com bastante estímulo do corpo. 

Beijos, mordidinhas, carícias, dirty talking, tudo isso irá ajudar muito a mulher durante as preliminares a se excitar e ter um orgasmo muito melhor.

Ou seja, é preciso estimular diversas regiões do corpo da mulher, explorar e reconhecer onde há mais ou menos prazer.

3. Questões psicológicas

Infelizmente, ainda há muito tabu no orgasmo feminino.

Por muito tempo, o sexo foi tido como algo que só servia para a procriação, e o prazer – sobretudo o prazer feminino – era posto de lado.

Ainda hoje vemos cobranças contrastantes para as mulheres: por um lado, espera-se que a mulher seja doce e recatada.

Por outro, também há muitos estímulos midiáticos para um perfil sexy fatal. 

Por isso, a culpa, o medo e o desconforto ainda estão presentes nas relações sexuais, afetando o psicológico das mulheres e inibindo o prazer.

Também cabe ressaltar que muitas mulheres passaram por situações traumáticas.

Seja o abuso sexual em si, ou importunações, relacionamentos abusivos passados e diversos outros fatores podem travar a mulher para uma entrega total em uma relação sexual. Nesses casos, é preciso muita paciência do casal e um acompanhamento profissional.

4. Estresse

Por mais difícil que seja fugir dele, não se pode negar: o sexo requer relaxamento, e com estresse ele não ocorre

Muitas mulheres possuem jornadas triplas de trabalho, tendo uma vida corporativa, além dos trabalhos domésticos e, colocando frequentemente em último lugar, a vida pessoal e sexual. Por isso, esse é um dos fatores que mais inibem o orgasmo da mulher.

O estresse faz com que a vida afetiva e sexual seja posta de lado ou se torne uma obrigação, deixando de focar no prazer sexual.

5. Falta de comunicação

Sim, minhas grandes amigas, a comunicação é fundamental! 

Cada mulher tem suas preferências, fantasias e desejos que devem ser compartilhados com o seu parceiro, quando ela se sentir confortável. Isso além de segurança, trará muita intimidade e cumplicidade para o casal.

Os filmes românticos, contos eróticos, grupos de redes sociais e comunicações de forma geral mostram ideias muito discrepantes sobre o que é prazeroso para a mulher.

Por isso, a melhor forma de ter o que você quer na cama é dizer o que você quer. Se não for assim, pode esquecer o sexo com orgasmo feminino real.

Claramente, é preciso estar bem confortável para compartilhar a intimidade sobre suas preferências, mas isso com certeza facilitará o prazer feminino.

6. Auto cobrança e problemas de autoestima

Muitas vezes, a mulher não consegue se concentrar no sexo em si, pois está pensando em suas inseguranças corporais ou se cobrando um comportamento, uma imagem, um ideal de mulher que não acredita alcançar.

E se isso acontece eu te pergunto: do que adianta você conhecer todas as técnicas para o orgasmo feminino se a sua cabeça não vai permitir que a sensação do orgasmo feminino tome conta do seu corpo?

Trabalhar na autoestima é fundamental para ter prazer nas diversas esferas da vida, inclusive sexual.

E isso envolve mais do que se achar bonita: diminuir a auto cobrança é respeitar sua própria história, saber quem você é e que padrões impostos pela sociedade que tem a beleza como comércio, não devem te afetar é o verdadeiro ápice e o melhor caminho para você conseguir absorver o que é o orgamos feminino. 

A autoestima também deve envolver investir em si, em seu bem-estar, em autoconhecimento. 

Isso vai melhorar muito sua vida sexual e dificilmente seu corpo não sentirá as sensações do orgasmo feminino como reflexo desse autoconhecimento.

Como é o Orgasmo Feminino com o Squirt (Ejaculação Feminina)?

Muitas pessoas ainda acham que para se ter um orgasmo é necessário que a mulher tenha uma ejaculação, o famoso squirting.

Isso está ERRADO!

Quando falamos em  orgasmo feminino não estamos nos referindo a ejaculação feminina, conhecida como squirting.

Ejaculação feminina e orgasmo feminino são duas coisas diferentes e distintas, apesar de ser possível que aconteçam simultaneamente, com o ápice do estímulo sexual.

Portanto, minhas amigas, não confundam as coisas. 

O squirting não é um tipo de orgamos feminino.

Você não precisa ejacular para ter um orgasmo. 

Um estudo feito pelo por especialistas do King’s College Hospital, informa que apenas uma faixa entre 40% e 54% das mulheres já tiveram uma ejaculação feminina.

E, se você ficou interessada no assunto ou ainda tem dúvidas quanto ao que é a ejaculação feminina, a Gina tem um post super legal sobre isso aqui.

Dicas Para Ajudar a Chegar ao Orgasmo Feminino

Bom, já falamos no post sobre os tipos de ogasmos femininos, sobre como é o orgasmo feminino, o que é o orgamos feminino, falamos dos fatores que podem atrapalhar uma mulher a ter um orgasmo feminino real e, agora, para finalizar, vamos dar mais dicas para que você consiga ter o melhor orgasmo feminino da sua vida.

Lembrando sempre o que falamos aqui a todo momento: o primeiro passo para se ter um bom orgasmo feminino é conhecer seu corpo e estar sempre consciente de como ele é e do que você gosta.

Dito isto, vamos ao resumo para ajudar você a chegar no orgasmo que você merece:

  • Estimule e fortaleça sempre a confiança dentro do seu relacionamento ou com o seu parceiro;
  • Crie ambientes propícios para que você se sinta protegida, confiante e livre. Como uma noite romântica, por exemplo;
  • Converse com seu parceiro sobre suas fantasias e desejo e coloque-as em prática;
  • Abra sua mente para o uso de sexy toys e vibradores, bem como o uso de lubrificantes;
  • Conheça as áreas sensíveis do seu corpo e faça com que seu parceiro também saiba identificá-las para explorar suas zonas erógenas;
  • Busque por posições diferentes;
  • Sempre estimule bastante o seu clitóris.

Resumindo Como Ter um Orgasmo Feminino – O Prazer da Mulher Está no Estímulo a Diversas Regiões

No que tange à parte física, é preciso estimular diversas regiões, respeitando quando não for agradável e experimentando regiões, fantasias e desejos novos. 

Assim, entender o seu corpo, respeitá-lo e explorar suas sensações é a resposta para o melhor orgasmo feminino.

Claro, não se pode esquecer os fatores psicológicos.Tratá-los é fundamental para uma vida saudável em todos os âmbitos. 

Além disso, intimidade e parceria para se abrir sobre o que pode estar bom ou ruim é muito importante para que você conheça todos os tipos de orgasmo feminino que você quer.

Gostaram das nossas dicas?

Agora vá até um espelho, olhe para você, olhe para o mulherão que você é e repita: EU MEREÇO UM ORGASMO!


Qual a diferença entre gozar e ter um orgasmo feminino?

Ter um orgasmo e gozar são coisas totalmente distintas e diferentes, mas isso ainda confunde muito as pessoas.
Quando dizemos que uma mulher gozou, estamos nos referindo ao squirting, que é como é chamada a ejaculação feminina e ela não tem qualquer relação com o orgasmo feminino. 
A ejaculação feminina acontece quando se tem uma lubrificação excessiva e liberação de fluidos pela glândula, por conta disso, a mesma pode sair em forma de jato, se assemelhando a ejaculação masculina. 
Já o orgasmo feminino é o ápice da relação sexual. Ou seja, é quando a mulher alcança o prazer máximo durante um estímulo que pode ser feito durante o ato ou através de uma masturbação.

Por onde sai o orgasmo feminino?

Quando falamos em orgasmo feminino estamos falando de sensações físicas, estimuladas por uma relação ou ato sexual, que se conclui com a chegada ao máximo do prazer pelo corpo. Isso é o orgamos feminino. Portanto, o orgasmo feminino acontece, ao longo do corpo, através de sensações como descargas elétricas, taquicardia e contrações musculares.
Lembrando que o orgasmo feminino de uma mulher é sempre diferente do orgasmo de outra. 
Dessa forma, não existe uma via ou um canal por onde o orgasmo feminino saia. Isso só existe quando falamos de ejaculação feminina, que não tem relação com o orgasmo feminino.

Quanto tempo dura um orgasmo feminino? 

Em média, o tempo de um orgasmo feminino varia entre cinco e quinze segundos, mas esse tempo pode ser prolongado dependendo do estímulo que a mulher está recebendo. Além disso, essa média de tempo do orgasmo feminino não significa que ele acabe ali. Mulheres têm capacidade de ter orgasmos múltiplos e, com isso, esse tempo acaba se repetindo algumas vezes.
 

Qual a cor do orgasmo feminino? 

Não existe liberação de líquidos durante o orgasmo feminino. O orgasmo feminino nada mais é que o ápice dos estímulos sexuais recebidos pelo corpo da mulher e ele não se manifesta através de uma ejaculação ou gozo. Portanto, não temos como falar em cor do orgasmo feminino.
Entretanto, isso pode até ocorrer, através do squirting, mas ejacular é diferente de ter um orgasmo. Quando o squirting acontece, ele se manifesta através de um líquido esbranquiçado e espesso, que é liberado através da vagina. Mas lembre-se que, para se chegar a um orgasmo, uma mulher não precisa ter uma ejaculação feminina.

Quais são os maiores benefícios do orgasmo feminino?

– Os maiores benefícios do orgasmo feminino são:
– Liberação de ocitocina;
– Sensação de bem estar;
– Ajuda a equilibrar os hormônios;
– Ajuda no sistema imunológico;
– Regula o ciclo menstrual;
– Fortalece os ossos;
– Reduz a ansiedade;
– Atua como um detox no sistema linfático;
– Higieniza o canal vaginal.

Existe orgasmo feminino durante o sono?

Sim! São os conhecidos orgasmos noturnos. Eles geralmente ocorrem quando a mulher tem sonhos eróticos ou algum fator de extrema excitação durante o sono. Mas não se preocupe se você tiver esse tipo de Orgasmo e não se lembrar com o que sonhou, nem sempre isso acontece.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


7 Comentários

  • Iara disse:

    Gostei muito do conteúdo

  • Ana Paula Mateus disse:

    Estou adorando esse link, as dicas são maravilhas parabéns